Reader Comments

Pra Que As Ruas Salvem

"Paulo Enzo Gabriel Gonçalves" (2018-05-20)


Intolerância à lactose é a incapacidade total ou parcial pra digerir a lactose, um açúcar encontrado no leite e derivados. Ela é causada por uma deficiência da enzima lactase, a qual é produzida pelas células fracos do intestino delgado. Nem ao menos todas as pessoas com deficiência de lactase têm sintomas digestivos, no entanto aqueles que os sentem conseguem ter a intolerância à lactose. A maioria das pessoas com intolerância à lactose podem tolerar alguma quantidade de lactose em sua dieta. As pessoas com intolerância à lactose são capazes de perceber incômodo após consumir leite e derivados. Ainda, a presença adicional de Goma Guar aumentou a firmeza da enzima durante armazenamento a 4°C e no tratamento de congelamento seguido de degelo. Em todos os casos, a análise da microestrutura das gotas foi feita na Linha de Luminosidade SAXS2, de Espalhamento de Raios X a Baixos Ângulos, do LNLS. Referência: Maria Victoria Traffano Schiffo, Tatiana Rocío Aguirre Calvo, Marta Castro-Giraldez, Pedro Jose Fito, and Patricio R. Santagapita, Alginate beads containing lactase: stability and microstructure.

suplementos alimentaresA intolerância à lactose é desigual de tem alergia ao leite. A alergia é uma reação imunológica às proteínas do leite e não do açúcar. "Como é um quadro alérgico, as manifestações são capazes de acontecer no intestino, na pele e até no sistema respiratório com sintomas como tosse, chiados e bronquite", explica a nutróloga Dra Andreia Guarnieri. Estes exames de Nutrigenômica foram aprovados pela População Médica, aumentando a tua confiabilidade e trazendo respaldo para teu emprego clínico", observa o nutrólogo Maximo Asinelli. Entre as vantagens dos testes genéticos é a confirmação das suspeitas clínicas, a exatidão e a rapidez do diagnóstico, a eficiência do tratamento e o discernimento sistêmica de tudo o que acontece no corpo.

As manifestações mais comuns são as reações cutâneas, gastrointestinais, respiratórias e sistêmicas, que em alguns casos conseguem conduzir a choque anafilático", esclarece Kimielle. O Sistema Único de Saúde (SUS) fornece exames pra detecção da alergia. Prontamente a intolerância à lactose detém outros sintomas, de acordo com grau, forma e quantidade de substância ingerida. "A quantidade de lactose razão sintomas variantes de ser para sujeito, dependendo da dose de lactose in-gerida, o grau de deficiência de lactase e a maneira de alimento consumido. Os sintomas mais comuns são: flatulência, diarreia, ou às vezes constipação intestinal, distensão abdominal, náuseas e sintomas de má digestão". A intolerância é diagnosticada a começar por acompanhamento médico, como pediatras e gastroenterologista, acessíveis na rede do SUS. Uma, reduzindo a ingestão de leite e fazendo as devidas substituições nutricionais. Outra, lançando mão de medicamentos que atuam como a enzima lactase no organismo. Esta foi a quantidade a qual a advogada Mariliz Müller teve de recorrer pra poder consumir queijo, uma de tuas paixões, após diagnosticada a intolerância à lactose, há sete anos. Requeijão, ricota e outros tipos de queijo a toda a hora estiveram no cardápio dela. Segundo a alergologista Loraine Landgraf, quem é intolerante e não quer nem ao menos abandonar os produtos lácteos nem ao menos ir pelo mal-estar dos seus sintomas, necessita comer a lactase a toda a hora, ao menos meia hora antes de ingerir leite ou seus derivados.

Não existe alergia à lactose. O que existe é a intolerância à lactose no momento em que a criança apresentadeficiência da enzima lactase. A lactose (açúcar do leite) só é absorvida depois de sua hidrólise (pela lactase)nos monossacarídeos glicose e galactose. Esses monossacarídeos são absorvidos ativamente pelos enterócitos. Em decorrência do afluxo de líquidos e da fermentação da lactose, conseguem surgir os sintomas da intolerância à lactose: flatulência, acréscimo dos ruídos intestinais, cólica abdominal e, assim como, diarréia. Por isso, as manifestações clínicas pela intolerância à lactose são dependentes da sua potência osmótica e de tua fermentação. Diferentemente, pela alergia ao leite de vaca, as manifestações clínicas são decorrentes de uma reação do sistema imunológico, desencadeada pelas proteínas do leite de vaca. As manifestações clínicas no lactente frequentemente envolvem o aparelho digestivo: vômitos, regurgitações, cólicas, diarréia com ou sem sangue, perda de sangue nas fezes. Com regularidade acomete a pele na maneira de urticária ou dermatite atópica. Algumas vezes podes haver manifestações respiratórias.

As pessoas devem perguntar ao teu médico quais os alimentos e medicamentos que podem interferir com os resultados. Teste de Acidez das Fezes: O teste de acidez das fezes é usado em bebês e crianças jovens pra medir a quantidade capsulas de lactase ácido nas fezes. A lactose não digerida origina ácido láctico e outros ácidos graxos que conseguem ser detectados na demonstração de fezes. A glicose também poderá estar presente nas fezes como consequência da lactose não digerida. Uma vez que a intolerância à lactose é incomum em bebês e crianças pequenos de dois anos de idade, um profissional da saúde deveria tomar cuidade especial ao determinar a circunstância de sintomas digestivos em crianças.