Reader Comments

Curso de desenho realista

by 1987maiconobre 1987maiconobre (2019-09-17)


A História Dos Filmes Animados Segundo momento é intitulado curso de desenho realista Voluntário que é quando a criança desenha sem intenção de construir algo.

Os desenhos carregam uma relação estreita com as emoções mais sinceras, as crianças desenham seus desejos, seus sonhos, seus medos.

Este é grande desafio do professor: a clareza da contribuição da arte no processo educativo e criativo, cuja aprendizagem no âmbito prático e reflexivo se dá por meio da articulação dos seguintes aspectos: fazer artístico, a apreciação e a reflexão.

Outro aspecto observado refere-se à negação da infância como etapa de vida da criança, que tem especificidades e necessidades próprias, tais como: expressão livre, movimentação corporal, ludicidade, construção da idéia de símbolo, entre outras. A criança passa a explorar expressividade no desenho, começa a criar cenas com os objetos, cria uma ligação entre as formas desenhadas e sua disposição no papel.

Por meio dos desenhos a criança não só demonstra seu mundo interior, seus conflitos, seus receios, suas descobertas, suas alegrias, suas tristezas, suas emoções, como os trabalha.

trabalho com a linguagem do desenho requer profunda atenção no que se refere ao respeito à individualidade e esquemas de conhecimento próprios a cada criança.

Os símbolos representam mundo a partir das relações que a criança estabelece consigo mesma, com as outras pessoas, com a imaginação e com a cultura.

Para isso, verificamos no decorrer do trabalho a importância do desenvolvimento motor para desenvolvimento da linguagem escrita da criança na alfabetização, pois controle motor é essencial tanto para a atividade do desenho como para a escrita.

Brincar da criança é um ato de desenhar.

Trata-se dos "Riscos e rabiscos no desenho da Educação Infantil".

A hostilidade e a agressividade tender a ser muito imitadas, principalmente pelas crianças (Bandura, 1986).

No ambiente escolar desenho se encaixa dentro de uma atividade artística que faz parte da vida curricular do educando, principalmente na educação infantil.

Pensar desenho da criança de zero a seis anos constitui num desafio quando percebemos que muito se tem falado sobre desenho, mas quase nada com um corte específico em torno do processo da produção das crianças.

Assim, a fase final do processo de alfabetização é marcada pelo nível alfabético.

Para ele a afetividade possui um papel fundamental no desenvolvimento da pessoa, pois é por meio delas que ser humano demonstra seus desejos e vontades. desenho e a escrita se complementam para processo de alfabetização.

Que a criança desenha não é a reprodução da imagem percebida visualmente, nem a imagem mental que se tem do objeto, consiste sim, na construção gráfica que ela tem naquele momento.

Não permitindo que a criança viaje, e continue criando "seu" desenho, que coloque no papel como ela vê as coisas que a cercam.

Podemos entender desenho como linguagem, um sistema dinâmico de signos que se relacionam diretamente com desenvolvimento cultural da criança e que ganham sentido nesse contexto.